Polícia

Vídeo mostra que suposto mandante deu fuga para atiradores de posto em Curitiba

Crime aconteceu na última quinta-feira, no limite do Centro com o Batel

Vídeo divulgado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no começo da tarde desta quarta-feira (17), mostra que Bruno Ramos Caetano teria dado fuga para os três atiradores envolvidos na morte do advogado Igor Martinho Kaluff e de Henrique Mendes Neto. Nas imagens, é possível ver o momento em que o trio embarca em uma SUV branca a poucas quadras do local onde o crime ocorreu.

De acordo com a delegada Tathiana Guzella, Bruno negou ter se reunido com os demais envolvidos no crime. “Ele [Bruno] admitiu ter ligado para um ourives para se reunir com ele diante de um advogado. Só que na versão desse ourives, Bruno estaria com os outros três envolvidos. Nós tínhamos dúvidas se essa reunião para combinar a versão que seria repassada à polícia teria acontecido, mas devido as imagens, é plenamente crível a versão desse encontro”, explicou.

Na madrugada desta quarta-feira (16), a Polícia Militar prendeu mais dois envolvidos no crime: os irmãos Ilson Bueno de Souza Junior e André Bueno de Souza. Os dois teriam confessado o crime à PM, mas optaram por ficar em silêncio na delegacia por orientação do advogado.

A DHPP segue na busca pelo quarto envolvido no crime.

Depoimentos

Na manhã desta quarta-feira (17), os irmãos Ramos optaram por permanecer em silencio durante interrogatório na DHPP. O advogado Nilton Ribeiro afirmou os irmãos Bueno não foram contratados por ninguém. “O Bruno estava sendo ameaçado e o meu cliente era amigo dele. A situação fugiu do controle no dia dos fatos. Meus clientes vão explicar toda a situação, com detalhes, no momento adequado”, garantiu.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios