Economia

Vendas no varejo do Brasil avançam 8,0 % em junho, diz IBGE

Expectativa em pesquisa da Reuters era de alta de 5,4% na comparação mensal; comércio passa por pior semestre desde 2016, por causa da pandemia de covid-19

As vendas no varejo brasileiro avançaram 8% em junho na comparação com o mês anterior e subiram 0,5% sobre um ano antes, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira, 12.

A expectativa em pesquisa da Reuters era de alta de 5,4% na comparação mensal e de queda de 3,45 por cento sobre um ano antes.

Em maio, o setor teve uma alta recorde de 14,4%, em função do baixo nível de comparação. Abril foi o primeiro mês cheio a pegar os efeitos do fechamento do comércio, em meio às políticas de distanciamento impostas contra a doença.

Desde então, com a volta gradual da atividade, os números tem mostrado avanços melhores do que o esperado, sugerindo que a contração da economia em 2020 deve ser menor, mais perto de -6%, do que os 9% inicialmente previsto pelo FMI

Apesar dos números positivos nesses dois meses, o varejo fechou o primeiro semestre com retração de 3,1% em relação ao mesmo período de 2019. Trata-se do pior resultado desde o segundo semestre de 2016 (- 5,6%).

O gerente da pesquisa do IBGE, Cristiano Santos, alerta para o fato de os dados estarem voláteis.

Por Revista Exame

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios