Eleições2020

TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleições em 2020

Regras e procedimentos serão definidas pelos partidos

Visando atender as recomendações das autoridades de saúde de manter distanciamento social, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou, por unanimidade, a realização de modo virtual das convenções partidárias para escolha dos candidatos nas eleições municipais deste ano.

Os partidos políticos têm de garantir ampla publicidade a todos os filiados e atender as exigências da legislação eleitoral em vigor, mas são livres para escolher regras e procedimentos para a convenção virtual.

O TSE formará um grupo de trabalho para determinar como vai funcionar o envio virtual dos resultados das convenções para a Justiça Eleitoral. Segundo o presidente da Corte, Luís Roberto Barroso, uma norma sobre o tema deve ser votada ainda neste mês.

A legislação eleitoral brasileira estabelece que a escolha dos candidatos pelos partidos deve ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto. O TSE afirmou que não pode alterar tais datas sem autorização prévia do Congresso Nacional.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios