Polícia

Suspeitos da morte de agente penitenciário trocam tiros com polícia em Curitiba

A situação aconteceu na tarde desta terça-feira (14)

Três procurados pela Polícia Civil do Paraná (PC-PR) reagiram a uma abordagem e trocaram tiros com os policiais, na tarde desta terça-feira (14), no bairro Novo Mundo, em Curitiba. Dois acabaram baleados e outro foi preso em flagrante. Eles são suspeitos de ter participação no homicídio do agente penitenciário Edson Cardoso, de 57 anos, ocorrido no dia 20 de dezembro.

Eles estavam em um edifício residencial, localizado na rua Waldemiro Ry. Um morador do condomínio disse à Banda B que os policiais estava à paisana e ficaram esperando os suspeitos na garagem do condomínio. “Perceberam que o policial estava na garagem e tentaram sair de ré. A policia impediu a fuga, fechando a saída, então aconteceu o confronto”, contou o morador, que não será identificado.

Os morador relatou que ouviu ao menos 10 tiros. “Havia uma gritaria, o policial dizendo para sair do carro. Logo após, escutamos o barulho dos tiros”, comentou.

Ainda segundo a testemunha, nos últimos dias os moradores estavam percebendo uma movimentação estranha o condomínio. “Há cerca de quatro meses essa movimentação de pessoas diferentes saindo e entrando, arruaça de madrugada, brigas”, relatou.

O delegado Victor Menezes, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), estava no local, mas informou que não daria entrevista a respeito da situação.

Os baleados foram encaminhados á hospitais de Curitiba.

Por Banda B

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios