Semana Nacional do Trânsito tem como foco usuários vulneráveis e respeito no trânsito

Realizada todos os anos entre os dias 18 e 25 de setembro desde a implantação do Código Nacional de Trânsito, em 1997, a Semana Nacional do Trânsito 2020 continua...
© Arquivo PMI

Realizada todos os anos entre os dias 18 e 25 de setembro desde a implantação do Código Nacional de Trânsito, em 1997, a Semana Nacional do Trânsito 2020 continua enfocando o tema “Perceba o Risco, Proteja a Vida”, mote do Movimento Maio Amarelo deste ano. A temática também foi mantida no cronograma da Campanha Educativa de Trânsito estabelecido pela Portaria 194/20 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) do dia 7 de agosto – para o período de agosto a dezembro de 2020.

Segundo o cronograma estabelecido pelo Contran, em setembro, os órgãos de trânsito precisam ter a atenção focada em torno dos usuários vulneráveis e respeito no trânsito. A ideia é abordar a vulnerabilidade dos pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência, que são os mais expostos ao risco, além de alertar que o uso do capacete pode salvar vidas. As campanhas também deverão tratar da relação de violência e conflitos entre os usuários do trânsito, reforçando seu caráter coletivo e a importância de cuidar de si e do outro.

© Arquivo PMI

A mudança de comportamento é fundamental para reverter uma estatística trágica em todo o país. Em média, o Brasil registra cinco mortes a cada hora. De acordo com dados do Ministério da Saúde, morrem por ano mais de 35 mil brasileiros vítimas de acidentes. Mas este número pode ser bem maior e alcançar 50 mil pessoas, pois são contabilizados apenas aqueles que morrem no local do acidente. As principais vítimas fatais foram: os motociclistas, seguidos de ocupantes de automóveis e caminhonetes, pedestres e ciclistas. “Para manter a boa convivência no trânsito, existe uma regra básica estabelecida pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB): o veículo maior deve proteger o menor e todos zelam pelos pedestres. Assim como aprendemos a adotar novos hábitos e atitudes para evitar a contaminação e transmissão do  novo coronavírus, também no trânsito cada um é responsável pela segurança de todos. Por isso precisamos agir com empatia, para entender e respeitar necessidades e direitos”, ressalta o diretor do Departamento Municipal de Trânsito (DTransito), Euller Gualberto.

Ações

Em razão da necessidade de observação de todos os cuidados referentes ao enfrentamento emergencial decorrente da Pandemia da Covid-19, todos os órgãos de trânsito pertencentes ao SNT – Sistema Nacional de Trânsito prosseguem com suas atividades dentro da respectiva circunscrição, observando todas as medidas protocolares de saúde pública. O Departamento de Trânsito Municipal tem divulgado uma série de atividades já realizadas com diferentes públicos na cidade de Ibiporã, envolvendo importantes segmentos da sociedade, tais como as Instituições de Ensino (Municipal e Estadual), DETRAN-PR, PM – Polícia Militar; PRF – Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros Militar, e demais secretarias do município.

 No que diz respeito às ações educativas de trânsito e mobilidade consciente, o DTransito realizou diversas atividades nos últimos anos, tais como: palestras, blitze educativas, simulações de trajetos e sinalização e jogos interativos realizados com crianças pertencentes à Educação Básica e Ensino Fundamental I, e também, palestras ministradas por voluntários/vítimas sequeladas por ocasião de  acidentes de trânsito voltadas aos jovens que estão prestes a tirar a primeira habilitação e ao público em geral.

Gualberto acrescenta que o DTransito também tem trabalhado na exploração de atividades lúdicas com os que possuem determinados comprometimentos de locomoção e mobilidade, tais como com os idosos e alunos das instituições de Educação Especial.

O DTransito também promoveu nos últimos quatro anos um ciclo de capacitação profissional voltada aos agentes de trânsito,  com a colaboração do Detran-PR, PM, PRF, Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), de Londrina, e Corpo de Bombeiros. “Temos realizado intensos esforços no âmbito da fiscalização e educação acerca da mobilidade consciente (pedestres e condutores) tendo em vista a transformação contínua do nosso trânsito, garantindo com isso, maior segurança a partir da prevenção”, conclui o diretor do DTransito.

Por Assessoria

Categorias
Destaque

POSTS RELACIONADOS