Destaque

Seis presos da cadeia de Ibiporã são diagnosticados com tuberculose

Exames confirmaram que pelos menos seis presos da delegacia de Ibiporã estão com tuberculose. Existe uma preocupação do delegado de polícia da cidade, de que o problema se espalhe, para servidores e até mesmo outros presos. A informação foi divulgada pelo delegado Vitor Dutra de Oliveira, nesta quinta-feira (9).

Na avaliação de Dutra, apenas a transferência de presos pode solucionar de vez o problema. “A equipe médica da prefeitura veio até a unidade policial e solicitou que fossem feitos esses exames de escarro. Dentro destes exames, seis deles deram positivo e eu já informei este fato a juíza local, pedindo que houvesse uma remoção desses presos para o complexo médico penal na cidade de Pinhais”, comentou.

Segundo o delegado de Ibiporã, máscaras foram distribuídas, enquanto nenhuma transferência acontece. Seria uma alternativa, na ausência de condições ideais de tratamento na carceragem, que tem espaço para 35 pessoas, mas que abriga hoje 160 detentos.

© Delegado Vitor Dutra de Oliveira / Foto: Reprodução TV Tarobá

“Estão (os presos) sendo tratados dentro da própria carceragem, o que gera uma preocupação grande. Estamos aconselhando o uso da máscara e está sendo feito o tratamento diário, pois no tratamento da tuberculose tem que se tomar um comprimido diário. Mas é necessário que haja o isolamento desses presos, e a gente não tem aqui local adequado para que faça esse isolamento”, disse Dutra.

Ainda de acordo como Delegado, existe uma preocupação com os servidores que atuam na cadeia de Ibiporã, já que o problema coloca em risco todos os servidores e os demais presos. “Infelizmente a gente vem noticiando isso ao judiciário há tempos e estamos tentando via Depen encontrar uma forma de remover esses presos para evitar a disseminação da doença na unidade”, finalizou.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios