Esportes

Rony ainda não renovou contrato e Athletico busca Palmeiras para negociar atacante

A novela sobre o futuro do atacante Rony segue indefinida. Após o anúncio da renovação do contrato do jogador, que fez sua estreia na temporada 2020 na derrota do Athletico por 3×0 para o Flamengo, na Supercopa do Brasil, agora ele pode ser negociado pelo Furacão.

Desde a confirmação que o vínculo do camisa 7 do Rubro-Negro havia sido prorrogado de 2021 para 2023, o acordo não tinha sido assinado e a conversa entre as duas partes vinha sendo adiada. Muito por conta de desencontros no novo contrato.

Segundo a jornalista Nadja Mauad, o Athletico só quer pagar o novo salário, que foi dobrado neste acerto, a partir de abril. Além disso, outros detalhes, como pagamento de comissão por luvas para o empresário, fizeram com que o vínculo não fosse assinado.

Neste entrave, o presidente do Furacão, Mario Celso Petraglia, consultou o Palmeiras para saber se a oferta de seis milhões de euros (cerca de R$ 29 milhões), por 50% do passe do atacante, ainda estava de pé. Nesta oferta, seria quitada a dívida pela contratação do atacante Carlos Eduardo e teria o empréstimo de mais um atleta.

Enquanto a novela se arrasta, o técnico Dorival Júnior fica sem saber se poderá contar com Rony. Depois de ser ‘rebaixado’ para o time de aspirantes, o jogador voltou a fazer parte do grupo principal e foi titular em Brasília. Mas, ao longo da última semana, o treinador montou um time com e outro sem o atleta, embora tenha ressaltado que conta com ele para a sequência da temporada.

“Não foi saudável o que aconteceu (a situação envolvendo o atacante), ele perdeu muitas sessões de trabalho. Conto bastante com o Rony. É um jogador fundamental para o nosso grupo. No mercado não teríamos um substituto para ele. Espero que ele possa permanecer por um bom tempo já com a cabeça totalmente focada”, disse Dorival.

Por Tribuna do Paraná

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios