Notícias

Recursos do Nota Paraná caem 50% em razão da pandemia

O Nota Paraná teve uma redução de aproximadamente 50% em suas premiações, sentindo os efeitos da queda da arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em razão da pandemia do novo coronavírus.

Os créditos pagos neste mês representam a metade do que foi liberado no mês passado, quando houve uma movimentação de R$ 17 milhões. Para se ter uma ideia, Nota Paraná chegou a pagar R$ 41,4 milhões aos contribuintes, com base nas compras feitas em outubro de 2019.

Mas, segundo a coordenadora do programa, Marta Gambini, é importante que o consumidor continue pedindo nota fiscal para receber créditos e participar dos sorteios de R$ 1 milhão, que devem voltar em julho.

Somente neste mês, o Nota Paraná está pagando R$ 8,5 milhões em créditos referentes às notas do mês de março. Deste total, Marta Gambini destacou que R$ 990 mil foram direcionados às 1.335 entidades sociais cadastradas no programa.

Lançado em agosto de 2015, o Nota Paraná já pagou um bilhão e oitocentos mil reais. Para se cadastrar, o cidadão deve acessar o seguinte site. Depois, é preciso clicar na opção “cadastre-se” e preencher os dados pessoais, como CPF, data de nascimento, nome completo, CEP e endereço para criação da senha pessoal. Para participar dos sorteios, é preciso fazer adesão no site.

Toda primeira compra no mês gera um bilhete ao participante do programa para os sorteios mensais, independentemente do valor gasto nas compras. Depois, cada R$ 200 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período.

Por Portal Paiquerê

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios