Eleições2020

PSD, do governador Ratinho Jr, elege um terço dos prefeitos do Paraná

Os resultados da eleição municipal de domingo (15) no Paraná indicam que o governador Ratinho Júnior (PSD) conseguiu pavimentar o caminho para se reeleger em 2022. O PSD – partido do governador – conquistou quase um terço, ou 128 das 399 prefeituras do Estado no último domingo, tendo se tornado a legenda que mais recebeu votos para prefeito: 1.076.877. Também foi a sigla que mais cresceu em relação às eleições de 2016, evolução de 357% em relaçãos às 28 prefeituras que conquistou em 2016. Além disso, o partido do governador encabeçou ou compôs a chapa de 245 prefeitos eleitos no Paraná, 61,4% do total, vencendo em 73 das 100 maiores cidades e, dentro dessas, 8 das 10 maiores.

O PSD ainda disputará o segundo turno em Ponta Grossa com a Professora Elizabeth, no próximo dia 29, e pode chegar a 129 prefeituras sob sua alçada e 246 com apoio direto do governador.

A diferença para o segundo partido que mais elegeu prefeitos também foi de 100: o PL, que ficou em segundo, terá 28 prefeituras. O partido compôs ou liderou a chapa eleita de Curitiba, Maringá e Cascavel, que reúnem alguns dos maiores colégios eleitorais do Paraná. Também teve vitórias em Pato Branco, Colombo, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Araucária, Apucarana, Campo Largo, Pinhais, Umuarama, Arapongas, Campo Mourão e Francisco Beltrão.

Os 1.076.877 de votos do PSD significam 270 mil votos à frente do segundo colocado, o DEM, e mais do que a soma do terceiro (PP) e do quarto (PSC) colocados. No comparativo de desempenho, o PSD reuniu 18,73% dos votos válidos. O PSD comandará 25,37% da população do Estado, à frente do DEM, que terá 22,75%, sem contar Curitiba.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios