Economia

Primeiro Fundo de Participação dos Municípios de junho contém redução de 34,90% e valor repassado será de 2,5 bi

Se aplicar a inflação e comparar com o repasse feito no mesmo período do ano passado, a redução do valor sobe para 36,33%

O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) sofreu impacto negativo de 34,90% para o mês de junho. Com base nos dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), a Confederação Nacional de Municípios (CNM) estima que a transferência seja de R$ 2,5 bilhões e, com a retenção constitucional destinada ao Fundo Nacional de Manutenção da Educação (Fundeb), o primeiro decêndio do mês será de pouco mais de R$ 2 bilhões.

O valor deve entrar nas contas nesta quarta-feira (10). Se aplicar a inflação e comparar com o repasse feito no mesmo período do ano passado, a redução do valor sobe para 36,33%. Para o presidente da CNM, Glademir Aroldi, esse quadro aponta para uma necessidade de estender a complementação da União a fundo dos Municípios até dezembro.

De acordo com um balanço elaborado pela equipe de Estudos Técnicos da entidade, a complementação da União ao Fundo, permitida pela Medida Provisória 938/2020, vai garantir que cada prefeitura receba o valor transferido em 2019. O repasse extra a estado e municípios ocorre até o 15º dia útil do mês posterior da variação. O período de recomposição vale de março a junho de 2020.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios