Destaque

Prefeitura implanta abrigo provisório para moradores em situação de rua

Por conta da pandemia de Covid-19, ginásio do Jardim Pérola foi adaptado para acolher temporariamente população em situação de rua de Ibiporã

Com o objetivo de ampliar o acolhimento e a proteção social da população em situação de rua durante a pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria de Assistência Social, está desenvolvendo o projeto “Mãos que Acolhem – Acolhimento Provisório de Pessoas em Situação de Rua”. Com a interrupção das atividades e eventos esportivos por conta da pandemia, o ginásio do Jardim Pérola foi adaptado para acolher esta população.

A entrega ocorreu na manhã desta sexta-feira (14) e contou com as presenças do prefeito João Coloniezi, do vereador Rafael da Farmácia, da secretária de Assistência Social, Ireny Sorge, da chefe do escritório regional da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Deise Tokano, autoridades eclesiásticas (padre André Luiz e pastor Marcelo Ciaca), e representantes de entidades que realizam algum tipo de trabalho com este público.

Segundo a Secretaria de Assistência Social, 25 pessoas vivem nas ruas da cidade de maneira fixa e cerca de 15 utilizam o município como passagem. No abrigo, os moradores em situação de rua terão acesso a hospedagem, alimentação, banho, cuidados de higiene pessoal, lavanderia, avaliação das condições de saúde, testagem para a Covid-19, atendimento psicossocial e encaminhamento para qualificação profissional. O trabalho será realizado em parceria com algumas secretarias municipais para o desenvolvimento de atividades que mantenham as pessoas ocupadas durante o dia. A Secretaria de Assistência Social também tem se reunido com entidades que já realizam algum tipo de trabalho com a população de rua para que concentrem as atividades neste abrigo.

Um assistente social já está abordando os moradores em situação de rua para conhecerem o espaço. Também será realizado um trabalho junto à população para que evitem dar esmolas e, assim, essas pessoas possam buscar o serviço de acolhimento do município.

 A secretária ressalta a importância do trabalhado articulado entre o poder público e sociedade civil para o sucesso da iniciativa. “Com o abrigo  temporário, o governo municipal quer garantir o isolamento social desta população neste período de frio e pandemia da Covid-19, minimizando, desta forma, os riscos de transmissão do vírus. Esta ação articulada coloca à disposição destas pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social uma estrutura que possibilitará um acolhimento digno, que ao mesmo tempo atenda as especificações do Ministério da Saúde, permitindo, sobretudo, a preservação da vida”, argumenta Ireny. O trabalho respeitará todas as orientações de proteção, distanciamento e higiene recomendadas pelas autoridades sanitárias.

Atualmente, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social  (Creas) realiza um trabalho de abordagem à população em situação de rua, o qual consiste em compreender a particularidade de cada história e buscar soluções, como entrar em contato com familiares, encaminhamento para abrigos, orientação da emissão de documentos e acompanhamento psicossocial. O governo municipal planeja, futuramente, implementar o acolhimento institucional à população em situação de rua de Ibiporã.

Por Assessoria

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios