Destaque

Prefeitura alerta proprietários para a limpeza de terrenos com mato alto e fala em multa

A Prefeitura de Ibiporã abre guerra contra quem deixa mato alto em terrenos na cidade. Segundo o artigo 38 da Lei 2206/2008, estabelece que “não é permitido a existência de terrenos cobertos de mato ou sendo utilizados como depósito de lixo, isso dentro dos limites da cidade, das vilas e dos povoados”.

Assim quem não fizer a devida limpeza em terrenos está sujeito a multa que pode variar entre R$ 150,00 a R$ 700,00. Segundo a Secretaria de Obras, os proprietários de terrenos já foram identificados e notificados e a partir de agora terão prazo de 15 dias para regularizar a situação. Caso não seja cumprida a determinação, o Município fará o serviço.

Os custos serão lançados no cadastro imobiliário do proprietário. O valor do serviço é cobrado por metro quadrado. Vale lembrar que a taxa aplicada pela Prefeitura é maior do que se o trabalho fosse realizado por um particular.

Para o secretário interino de obras, José Camilo de Souza Santos, o mato alto gera problemas ambientais importantes, além de servir como esconderijo para criminosos. Ele destacou também a briga contra o mosquito da Dengue. “Facilita a proliferação de insetos, animais peçonhentos, além do lixo despejado irregularmente nestes terrenos se tornar um potencial foco do mosquito transmissor da dengue, zika e Chikungunya”.

Denúncia de mato alto

A população pode ajudar e denunciar quem mantem mato alto na cidade. Para isso o cidadão pode ligar para o telefone 156, de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas. Outra opção é o seite da prefeitura de Ibiporã. Neste caso a denúncia pode ser feita 24 horas por dia, sete dias por semana. O endereço é www.ibiporã.pr.gov.br.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios