Polícia

Populares ateiam fogo na casa do suspeito de atirar e matar criança em Apucarana

No fim da tarde desta segunda-feira (24), populares revoltados quebraram móveis e atearam fogo na casa do adolescente suspeito de atirar e matar o menino Luiz Gustavo da Silva, de 11 anos, no Residencial Solo Sagrado, em Apucarana.

A invasão aconteceu logo após o sepultamento de Luiz Gustavo, no Cemitério Cristo Rei. A Polícia Militar foi acionada para conter as manifestações de vingança por causa da morte do menino. O Corpo de Bombeiros também foi acionado.

TIRO ACIDENTAL

Segundo a polícia, Luiz e o adolescente estavam brincando no quarto quando o disparo aconteceu. O tiro atingiu o peito do garotinho que foi levado às pressas para a Unidade de Pronto Atendimento, mas não resistiu e morreu. A arma seria um revólver calibre 38. A polícia civil investiga a morte do menino bem como deve apurar o caso de vandalismo na casa do adolescente.

Por TNOnline

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios