PM prende 20 pessoas e apreende celulares e drogas em operação contra facção

Durante a Operação Atroz e Irmandade da Polícia Militar, nesta quinta-feira (13), dos 51 mandados de prisão autorizados pela justiça, 20 pessoas foram presas e 14 já estavam detidas...
© Reprodução

Durante a Operação Atroz e Irmandade da Polícia Militar, nesta quinta-feira (13), dos 51 mandados de prisão autorizados pela justiça, 20 pessoas foram presas e 14 já estavam detidas no sistema prisional. Até agora 17 não foram encontradas e são consideradas foragidas.

Todos os 59 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Londrina. Ao todo, foram  apreendidos 41 celulares, 975 gramas de maconha, quase R$ 15 mil em dinheiro, 1 pistola 380, 40 munições de 380, 3 veículos, 2 notebooks e 4 pendrives que serão analisados e podem conter informações.

No Creslon, Centro de Reintegração Social de Londrina, em Londrina, também foram feitas buscas. No local, onde cumprem pena os detentos do regime semi-aberto, foram encontrados vários celulares, facas e cadernos com o histórico dos criminosos de facções.

Sobre a operação
O principal foco das prisão estão integrantes de uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios. Foram empregados mais de 200 servidores, sendo a maioria Policiais Militares de diversos batalhões. As operações tem alguns alvos em comum tratando-se do combate de quadrilha com várias ramificações configurando principalmente atividades de crime organizado.

Por Tarobá News

Categorias
Polícia

POSTS RELACIONADOS