Polícia

PF desarticula grupo especializado em tráfico interestadual de drogas

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta segunda-feira (22), em Foz do Iguaçu (PR), uma ação para desarticular uma associação criminosa voltada ao tráfico interestadual de drogas.

Batizada de “Fratis”, a operação apreendeu diversos aparelhos celulares, dinheiro e um caminhão. A investigação começou após uma prisão em flagrante realizada pela Polícia Federal no Aeroporto de Curitiba, que resultou na apreensão de 52 kg de haxixe.

A PF identificou diversas atividades criminosas realizadas pelo grupo que atuava há pelo menos dez anos enviando entorpecentes de Foz do Iguaçu para outros estados, como Minas Gerais e Espírito Santo.

A droga chegava a outros estados por meio de “mulas” em viagens de avião ou escondidas em automóveis. Todos integrantes do grupo investigado já possuíam passagens pela polícia e já responderam por tráfico de drogas.

Tráfico de drogas

“Ficou constatado que, mesmo já tendo sido presos em outras ocasiões, (os criminosos) permaneceram associados e cometendo novos crimes, razão pela qual serão indiciados, na medida da sua culpabilidade, pelos crimes de associação criminosa e tráfico de drogas e responderão na Justiça por seus crimes”, explicou a Polícia Federal.

Na ação de hoje, 16 policiais federais cumpriram quatro mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Estadual do Paraná em endereços relacionados aos investigados e dois mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça Estadual de Minas Gerais.

Por Agência Brasil

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios