Destaque

Paraná tem 191 casos de dengue confirmados; em Ibiporã são 30 casos em investigação

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta terça-feira (25) o novo informe epidemiológico da dengue com 112 novos casos confirmados da doença no Paraná, nas últimas duas semanas. O Estado soma agora 191 diagnósticos positivos.

O novo período sazonal da dengue no Estado começou no final do mês passado e deve seguir até o final de julho de 2021. Neste ciclo o Paraná realizou 1.112 notificações, e 191 confirmações, sendo 109 autóctones – quando a doença é contraída dentro do município de residência do infectado –, 709 casos estão em investigação.

Ibiporã

De acordo com os dados apresentados pelo estado, Ibiporã não tem casos confirmados de Dengue no novo período epidemiológico. Até o memento são 30 casos investigados, porém sem confirmação da doença.

No último ciclo (2019/2020), tivemos a maior epidemia de dengue já registrada em Ibiporã. A cidade chegou ao 4.650 casos confirmados e cinco pessoas morreram. A incidência por cada 100 mil habitantes foi quatro vezes maior que Londrina, por exemplo. Enquanto que Ibiporã co 53.970 habitantes a incidência foi de 8.601, em Londrina com 563.943 habitantes o número chegou a 2.955.

“Para que esse número não se repita, precisamos da colaboração da população em acatar todas as nossas orientações. Se cada um fizer sua parte, podemos evitar que essa doença se espalhe novamente por toda nossa cidade”, comentou o coordenador do setor de endemias da Secretaria de Saúde, Aldemar Galassi.

Segundo ele, é preciso reforçar que a dengue pode levar a morte em casos mais severos. “Entre 2019 e 2020, 177 pessoas morreram em decorrência desta doença no Paraná. Não podemos esquecer que dengue mata e que a única forma de combater esta doença é eliminando os criadouros do mosquito”, acrescentou o secretário.

Dados

Um total de 142 municípios já registraram notificações da doença no Estado e 50 confirmaram o diagnóstico. A 9ª Regional de Saúde de Foz do Iguaçu é a que concentra o maior número de confirmações até o momento, com 57 casos.

Neste informe os municípios com maior número de casos confirmados por semana são: Foz do Iguaçu, Rolândia, Roncador, Maringá, Assis Chateaubriand, Umuarama, Moreira Sales e São Miguel do Iguaçu.

“Com a chegada de dias chuvosos nas regiões mais quentes do Estado, aumenta a possibilidade de criadouros do mosquito. Embora a proliferação da doença seja maior no calor, não devemos nos descuidar no inverno, precisamos nos manter alertas e evitar a transmissão”, explicou o secretário de saúde do Paraná, Beto Preto.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios