Notícias

Paraná abre concursos com 279 vagas. Salários chegam a R$ 6,6 mil

Atenção concurseiros de plantão. O governo do Paraná está com 279 vagas para três concursos públicos em diversas áreas de atuação e com salários que variam entre R$ 2,6 mil a R$ 6,6 mil, dependendo do cargo. As vagas são distribuídas entre a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e Instituto Água e Terra (IAT).

80 vagas na Adapar

A Adapar tem 80 vagas distribuídas entre nível médio e superior distribuídas para os cargos de fiscal de defesa agropecuária – com função de médico veterinário – e assistente de fiscalização da defesa agropecuária, com função de técnico e manejo. Estes cargos têm salários entre R$ 2,6 mil para nível médio e R$ 6,6 mil para nível superior. As inscrições acontecem entre os dias 2 de março e 2 de abril. Veja o edital.

69 vagas na Sejuf

Na Sejuf são 69 vagas distribuídas entre os cargos agente de execução (técnico de enfermagem). Serão selecionados ainda seis enfermeiros, 14 médicos, três odontólogos, 20 psicólogos e sete terapeutas ocupacionais. Os salários variam entre R$ 1,554 e R$ 3,7 mil para médicos, por meio da Gratificação de Atividade em Unidade Penal ou Correcional Intramuros (Gadi). As inscrições poderão ser feitas entre 26 de fevereiro e 26 de março. Veja o edital.

130 vagas no IAT

O IAT prevê 130 vagas para o poder executivo. Segundo o edital do concurso, são 26 técnicos de manejo e meio ambiente, além de dois arquitetos, oito biólogos, 20 engenheiros agrônomos, quatro engenheiros cartográficos, 17 engenheiros civis, 16 engenheiros florestais, 19 engenheiros químicos, três geógrafos, oito geólogos, cinco químicos, um sociólogo e um médico veterinário. Os salários variam entre R$ 1.554 até R$ 3,7 mil. As inscrições poderão ser feitas entre 26 de fevereiro e 26 de março. Veja o edital.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios