Notícias

No Paraná, 150 mil eleitores estão com títulos cancelados. Saiba como regularizar

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) informou que 150 mil títulos de eleitor estão cancelados no Estado. São eleitores que não votaram, não fizeram cadastramento biométrico ou não justificaram ausência por pelo menos três eleições consecutivas. O prazo para regularização é 6 de maio. Esses eleitores podem comparecer em qualquer cartório eleitoral do Estado, munidos de documento com foto, comprovante de residência e quitação militar, para os homens, para regularizarem a sua situação.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Gilberto Ferreira, acompanhado do diretor-geral do TRE-PR, doutor Valcir Mombach, recebeu a imprensa para uma coletiva na sexta-feira (31), na Sala Multiuso, no edifício-sede da Justiça Eleitoral em Curitiba. Na ocasião, foi apresentado o Calendário das Eleições 2020 e os preparativos para as primeiras eleições com 100% do eleitorado identificado biometricamente no Paraná.

O eleitor que teve o documento cancelado poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e contrair empréstimos em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo. Que estiver com o título irregular ainda pode ter problemas na inscrição e nomeação em concurso público; renovação de matrícula em estabelecimento de ensino público; obter certidão de quitação eleitoral e qualquer documento perante repartições diplomáticas.

O Paraná tem 8.068.339 eleitores, 186 zonas eleitores e 27.433 seções eleitorais. Nas eleições de 2020, serão usadas 31.924 urnas. Será a primeira eleição 100% biométrica.

Os jornalistas também perguntaram sobre a possibilidade de haver segundo turno em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. “O município precisaria registrar um acréscimo de 10 mil eleitores até 6 de maio, quando fecha o cadastro eleitoral, para chegar aos 200 mil eleitores necessários para a realização de segundo turno”, explicou a coordenadora de Planejamento Estratégico, Solange Maria Vieira.

Por Bem Paraná

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios