Esportes

Na estreia de Rogério Ceni, goleiro falha, Brenner decide e São Paulo derrota o Flamengo

Hugo Souza entrega gol no segundo tempo na vitória da equipe de Fernando Diniz por 2 a 1, no Maracanã, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil

Na estreia de Rogério Ceni no comando do Flamengo diante do clube do qual é ídolo, o São Paulo levou a melhor em novo reencontro com o ex-goleiro. Brenner voltou a ser decisivo com dois gols e assegurou o triunfo por 2 a 1, no Maracanã, nesta quarta-feira, que colocou os paulistas em vantagem no confronto das quartas de final da Copa do Brasil.

Eficiente, muito competente nas finalizações e iluminado, Brenner marcou no começo e fim do segundo tempo para garantir a vitória. No segundo tento, ele, esperto, aproveitou uma falha incrível e roubou a bola do goleiro Hugo Souza, que acabara de entrar em campo para substituir o lesionado Diego Alves. O jovem arqueiro vinha sendo destaque nos últimos jogos e assumiu o erro após o apito final.

Brenner, aposta de Fernando Diniz, chegou a 17 gols na temporada, cada vez mais isolado na artilharia da equipe no ano. Lançado aos profissionais por Ceni em 2017, o garoto, de 20 anos, registra seis gols em três partidas contra o seu ex-comandante. Gabriel anotou o gol do Flamengo no Maracanã.

Com o resultado, o São Paulo obteve a vantagem de poder empatar no duelo da volta, no Morumbi, marcado para a próxima quarta-feira, que se classifica às semifinais. O Flamengo precisa vencer por dois gols para avançar. Um triunfo por um gol leva a definição da vaga para as penalidades. Marcar fora não é mais critério de desempate na Copa do Brasil.

Antes, os dois clubes têm compromissos pela 21ª rodada do Brasileirão no sábado. Às 19h, o São Paulo visita o Fortaleza na Arena Castelão. Mais tarde, às 21h30, o Flamengo recebe o Atlético-GO no Maracanã.

O resultado também manteve a invencibilidade do São Paulo contra Rogério Ceni. O retrospecto é amplamente favorável ao time tricolor, que chegou à terceira vitória em seis jogos contra o ídolo. Além disso, o clube paulista ampliou a série invicta contra o rival rubro-negro, para o qual não perde desde julho de 2017, ocasião em que Ceni era o técnico. São quatro triunfos e três empates em sete partidas.

Por Estadão Conteúdo

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios