Polícia

MPPR denuncia por homicídio triplamente qualificado três suspeitos da morte de duas pessoas em loja de conveniência de Curitiba

O Ministério Público do Paraná ofereceu denúncia por homicídio triplamente qualificado contra três homens acusados e indiciados pela morte de duas pessoas em uma loja de conveniência de um posto de combustíveis em Curitiba. O crime ocorreu no dia 11 de junho, no Centro da capital.

Conforme a denúncia, uma das vítimas, um advogado, marcou encontro para tratar de uma dívida referente à aquisição de pedras preciosas que um dos denunciados – que seria o mandante do crime – possuía com um cliente seu. O devedor, entretanto, foi até o local acompanhado de outros três homens (um ainda não identificado), todos fortemente armados. Após provocar o advogado, buscando uma reação, três dos acusados dispararam ao menos 15 vezes: o advogado e uma outra pessoa que o acompanhava foram atingidos e morreram no local.

Após a prática dos homicídios, todos os denunciados fugiram do local do crime no mesmo veículo, de propriedade do devedor, o qual o conduzia.

Júri – Foram consideradas como qualificadoras do crime o motivo torpe; o recurso que dificultou a defesa das vítimas, já que houve dissimulação sobre a real intenção do encontro; e também o perigo comum, pois o crime foi cometido num posto de combustível localizado em um cruzamento de vias bastante movimentado, contando, inclusive, com a presença de outros clientes e funcionários no momento do delito.

O MPPR pede que os três sejam julgados pelo Tribunal do Júri de Curitiba.

Com Assessoria

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios