Eleições2020

Ministro Barroso afirma que há “consenso médico” para adiamento das eleições municipais

Para mudança na data do pleito, Congresso Nacional precisa aprovar uma emenda constitucional; reuniões nas próximas semanas serão decisivas para uma decisão

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que há consenso médico sobre a necessidade de adiamento das eleições municipais este ano. A possibilidade foi ventilada em reunião do ministro com o vice-presidente do TSE, Luiz Edson Fachin, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

O ministro Barroso disse que conversou com oito especialistas nas últimas semanas e de que há “consenso médico” pelo adiamento das eleições municipais. O primeiro turno seria realizado entre a segunda quinzena de novembro e o começo de dezembro. Apesar disso, o presidente do TSE afirmou que a decisão por mudar a data do pleito será “política”.

Cabe ao Congresso Nacional alterar as datas das eleições por meio de uma emenda constitucional, já que a Constituição prevê o primeiro domingo de outubro como a data padrão. Está prevista para a semana que vem uma reunião entre os parlamentares e especialistas em saúde para debate de um possível adiamento.

Segundo Barroso, há conversas para ampliar o horário da votação para 12 horas e campanhas para votação em horários, de acordo com as faixas etárias.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios