Agro

Mapa solicita esclarecimentos às autoridades das Filipinas sobre suspensão das importações de carne de frango do Brasil

Governo filipino interrompeu as importações no dia 14 de agosto

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) solicitou esclarecimentos às autoridades das Filipinas após o governo do país asiático suspender as importações de carne de frango do Brasil. O Mapa entende que a decisão tomada pelo governo filipino foi desproporcional ao interromper todo o comércio com base em informações veiculadas pela imprensa chinesa.

Recentemente, órgãos de controle sanitário da China identificaram ácido nucleico do coronavírus na embalagem de uma asa de frango congelada importada do Brasil, mas o caso ainda está sob investigação.

O governo brasileiro afirma que as autoridades filipinas não notificaram oficialmente o país da decisão ou fizeram qualquer contato prévio solicitando informações sobre o episódio na China. Para o Mapa, houve descumprimento de artigos previstos em acordo da Organização Mundial do Comércio (OMC), em que os dois países são signatários.

Fonte: Brasil 61

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios