Destaque

IPTU representa apenas um mês da receita em 2020 em Ibiporã, afirma prefeito

No início de março os carnês do IPUTU começaram a chegar nas casas dos ibiporãenses por meio dos Correios. Em 2020, o IPTU terá um reajuste de 3,37%. De acordo com o Secretário de Finanças da prefeitura de Ibiporã, Edson Aparecido Gomes “o índice é a reposição da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPCA). Ao todo são distribuídos cerca de 22 mil carnês e a previsão de arrecadação é de R$ 15 milhões”.

Este ano, o desconto dado para pagamento à vista será menor que em 2019. “No ano passado foram 10% de desconto. Para este ano, para pagamento à vista o desconto será de 7,5%. Com a inflação caindo no país, não justifica um desconto tão grande, em detrimento a quem paga parcelado e sem desconto”, comentou o prefeito João Coloniezi em entrevista à Rádio Paiquerê 91,7.

Coloniezi comparou o desconto com o oferecido pelo governo do estado, para quem pagar o IPVA à vista, que é de 3%.

Ele também afirmou que o IPTU não é de longe a principal fonte de receita do município e que as pessoas acreditam que o imposto seja o salvador das finanças. “É bom salientar que o recurso do IPTU é muito importante, para o município de Ibiporã, e para todos os municípios. As pessoas tem a impressão que o IPTU salva qualquer gestão e não é bem assim. É um tributo importante, mas corresponde no caso de Ibiporã a apenas um mês da arrecadação anual.

Em Ibiporã serão distribuídos cerca de 22 mil carnês e a previsão de arrecadação é de R$ 15 milhões. Os carnês do IPTU 2020 serão distribuídos em março pelos Correios. A vencimento da primeira parcela ou para quem vai pagar à vista é dia 10 de abril

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios