Destaque

Homem que aparece mau tratando cãozinho em Ibiporã se apresenta à Polícia em Uraí

“Ele disse estar arrependido pelo ato”, comentou investigador que ouvir Renan

O homem que aparece nas imagens agredindo um cãozinho, na terça-feira (21), no Jardim Millenium, em Ibiporã, se apresentou na companhia de seu advogado na delegacia de Uraí. Renan Santos aparece em imagens gravadas por celular, atirando o cachorro no chão, após apanha-lo na calçada, onde o animal já estava acuado.

Logo após o ocorrido, e diante da ameaça de vários populares, ele fugiu sentido a cidade de Uraí. Com informações de onde o rapaz estava escondido, os policiais daquela cidade foram até a rua Ângelo Gervasoni, na região do Centro Social Urbano, em uma residência que pertence a sua avó. No local a Polícia Civil foi informada, que Renan se apresentaria, com um advogado ainda em data de hoje (22).

Leia mais: Polícia procura por homem filmado agredindo cachorro em Ibiporã

Ainda de acordo com a Polícia Civil, por volta das 12h40, acompanhado de um advogado, o homem se apresentou ao plantão da delegacia de Uraí e prestou esclarecimentos sobre os fatos. “Ele disse que chegou em casa muito nervoso e que o cachorro já havia tentado fugir outras vezes. Diante do nervosismo, ele teria perdido a cabeça e atirado o cãozinho contra o chão do quintal”, contou ao Click Ibiporã e a Rádio Alternativa FM o investigador Rudyson Xavier de Souza.

© Reprodução

Souza disse ainda que durante a declaração, Renan se mostrou muito arrependido e que teria cometido tal ato pela primeira vez e que se tratava de um fato isolado. Perguntado sobre possíveis agressões após o fato, ele disse “que se assustou com a chegada de muitos motoqueiros ao local e por isso resolveu ir para a casa da avó em Uraí”.

Agora os autos serão encaminhados para a Delegacia de Ibiporã, onde o delegado Vitor Dutra de Oliveira dará sequencia às investigações. Ele deve ouvir nas próximas horas, testemunhas do fato. Renan responde em liberdade.

A pena para quem comete maus-tratos a animais é baixa, possibilita, para quem não tem antecedentes criminais, a substituição da pena restritiva de liberdade por pena restritiva de direito, ou seja, a pessoa pode vir a ter que prestar serviços à comunidade, ou pagar cestas básicas, estas coisas.

A reportagem do Click Ibiporã e da Rádio Alternativa FM tentou contato com o advogado de Renan, Reginaldo Góis, da Góis Advocacia e até o fechamento desta matéria, não obtivemos retorno.

O cãozinho recebeu o nome de “Memo” e espera para ser adotado.
Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios