Saúde

Governo lança estratégia para cuidados com a saúde mental durante a pandemia

Mentalize: Sinal Amarelo para Atenção à Saúde Mental. De acordo com a proposta, esse será um ponto de partida para uma série de Ações de Educação em Saúde em Defesa da Vida

Nesta segunda-feira (24), o Ministério da Saúde divulgou uma nova estratégia para trazer mais cuidados à saúde mental dos brasileiros durante a pandemia da Covid-19. Se trata do Mentalize: Sinal Amarelo para Atenção à Saúde Mental. De acordo com a proposta, esse será um ponto de partida para uma série de Ações de Educação em Saúde em Defesa da Vida, que vai abordar temas como prevenção ao suicídio e da automutilação; prevenção da gravidez na adolescência; prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas e ética da vida.

Essa estratégia é uma parceria com a Associação de Brasileira de Psiquiatria (ABP), e não vai gerar gastos para o Governo Federal. E é isso que explica o presidente da ABP, Antônio Geraldo da Silva. “Essa parceria não envolve um real sequer. É tudo feito voluntariamente pelos psiquiatras e psicólogos indicados pela ABP. É um projeto em que podemos mudar o futuro de crianças e adolescentes; melhorar a vida de adultos jovens, adultos em idade de trabalhar adequadamente e não ficar afastado do trabalho. E quando eu digo isso, quero explicar que cinco das dez causas de afastamento do trabalho são por doenças mentais”, destacou.

Durante o lançamento desse projeto, o Ministério da Saúde fez uma atualização da Ação Estratégica “O Brasil Conta Comigo”, que é um esforço do governo para apoiar estados e municípios a terem profissionais de saúde aptos e em quantidade suficiente para atender as demandas relacionadas ao coronavírus.

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, fez um detalhamento sobre as ações voltadas à capacitação destes profissionais, visando maior eficácia para combater a doença.

“Mais de um milhão de profissionais de saúde, das 14 categorias, foram cadastrados no programa e, destes, 339.522 profissionais tiveram suas capacitações concluídas sobre todos os temas relacionados a Covid-19. Essas capacitações foram especificas para cada uma das categorias. É uma marca histórica e o Brasil passa a ser o único país no mundo que, durante uma pandemia, conseguiu recrutar e capacitar seus profissionais de saúde para atuação imediata no enfretamento à doença”, detalhou a secretária Mayra.

Por fim, o Ministério da Saúde divulgou os números relativos à pandemia da Covid-19 no Brasil. O país registrou 115.309 mortes por causa do coronavírus, o que representa um aumento de 565 óbitos nas últimas 24h. Entre a quantidade de pessoas infectadas pela doença, o país chegou à marca de 3.622.861 casos. O número de pacientes recuperados está em 2.778.709 e já representa 76% das pessoas que estiveram doentes. Permanecem em investigação, 2.889 casos suspeitos. Esses são dados baseados nas informações enviadas por estados e municípios.

Fonte: Brasil 61

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios