Polícia

Golpe antigo: Casal que fingia não saber resgatar bilhete premiado é preso

Além do casal, outras pessoas fazem parte de um dos golpes mais antigos

Um casal suspeito de aplicar golpes do bilhete premiado foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (30), em Curitiba. As prisões aconteceram em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Os policiais civis também cumpriram buscas no município e apreenderam diversos documentos e o veículo utilizado na pratica criminosa. O golpe usado para tirar vantagens e valores das vítimas é um dos mais antigos e conhecidos – o do bilhete premiado.

Segundo as investigações, os golpes começaram nas ruas da cidade, chamando atenção de pessoas que caminhavam sozinhas. O delegado Emmanoel David, que comanda as investigações, detalhou o crime, afirmando que, ao menos, duas pessoas estão envolvidas no golpe.

“Um dos autores, o homem preso, fingia ser uma pessoa simples, um caipira. Ele abordava as vítimas perguntando onde tinha uma agência da Caixa Econômica Federal, onde ele poderia trocar um bilhete premiado de valores altos, como R$ 10 milhões para cima. Ele andava bastante tempo pelas ruas ao lado dessa vítima, até que chega um outro estelionatário, que se passa por culto, advogado, médico, engenheiro, fingem que ligam para a Caixa Econômica, conseguem envolver a vítima de uma maneira que ela entra no carro dos estelionatários e os leva até em casa, oferecendo dólares, euros, valores altos a eles, que fogem e nunca mais aparecem”, contou ele.

Por Banda B

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios