Polícia

Gaeco e Polícia Civil fazem busca na casa do presidente da Câmara de Arapongas

O núcleo de Londrina, no Norte-Central do Estado, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriu nesta sexta-feira, 18 de setembro, cinco mandados de busca e apreensão em Arapongas, em operação que investiga possível organização criminosa voltada à exploração de jogos de azar. Expedidos pela 1ª Vara Criminal de Arapongas, os mandados foram cumpridos em conjunto com a 22ª Subdivisão Policial, nas residências do presidente da Câmara Municipal – suspeito de ser o chefe do grupo –, num escritório da organização, num bar e na casa de pessoa que faria o transporte do dinheiro.

As investigações, levadas a cabo pela Polícia Civil e pelo MPPR, começaram em março do ano passado, a partir de informações sobre a existência de antiga associação criminosa voltada à exploração do “jogo do bicho” e de máquinas caça-níqueis. Em 19 de março de 2019, foram apreendidas máquinas caça-níqueis, papéis e máquinas do jogo do bicho com dois proprietários de bares autuados. Na ocasião, houve a indicação de que os materiais pertenciam ao vereador. Durante as investigações, vários outros bares foram alvos de busca e apreensão e receberam novas autuações, reforçando a existência de organização de jogos de azar na cidade.

As buscas realizadas nesta sexta-feira objetivam a apreensão dos celulares dos investigados, de dinheiro, máquinas de jogo do bicho e documentos, para possível comprovação da prática ilícita de exploração de jogos de azar e do crime de lavagem de dinheiro.

Com Assessoria do MP-PR

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios