Eleições2020

Em Ibiporã, 30,05% dos candidatos a vereador têm ensino superior completo

O número está acima da média nacional que é de 24%

Em Ibiporã 55 candidatos a vereador nas eleições deste ano têm ensino superior completo. Eles representam 30,05% das candidaturas registradas no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Os que não possuem ensino superior são 128, representando 69,65% das candidaturas.

Apenas um candidato informou se lê e escreve, mas não concluíram nenhuma etapa da educação. Com ensino fundamenta completo são 21 candidatos, ou seja, 12,02%. Já os que concluíram o ensino fundamental são 22 (12,02%). O maior número de candidatos está entre os que concluíram o ensino médio, 61 (33,33%).  Os que possuem ensino superior incompleto somam 15, o que representa 8,19% do total.

Na média nacional, os candidatos que possuem superior completo são 24%; os que possuem apenas ensino médio completo são 38%. Os que leem e escrevem são 3,1%, cerca de 17 mil em todo o país.

Data da eleição

Pelo calendário original da Justiça Eleitoral, o primeiro turno estava marcado para 4 de outubro e o segundo, para 25 de outubro. Mas, em razão da pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional decidiu adiar o pleito. Também por causa do coronavírus, não haverá necessidade de identificação biométrica nas eleições deste ano.

Com a mudança, o primeiro turno será no dia 15 de novembro e o segundo turno, onde houver, no dia 29 de novembro.

Campanha eleitoral

A propaganda eleitoral, inclusive na internet, está liberada desde o dia 27 de setembro.

Desde o dia 27 até as 22h de 14 de novembro, poderá haver distribuição de material gráfico, caminhada, carreata ou passeata, acompanhadas ou não por carro de som ou minitrio.

Propaganda na internet

É permitido fazer campanha na internet por meio de blogs, redes sociais e sites.

Somente partidos, coligações ou candidatos podem fazer impulsionamento de conteúdo, que é o uso de ferramentas oferecidas por plataformas ou redes sociais para difundir o conteúdo a mais usuários e, assim, ter maior alcance. É vedada a utilização de impulsionamento de conteúdos e ferramentas digitais não disponibilizadas pelo provedor da aplicação de internet, ainda que gratuitas. Não é permitido também contratar impulsionamento para propaganda negativa, como críticas e ataques a adversários. Empresas e eleitores não podem fazer impulsionamento de conteúdo. Tanto candidatos e partidos quanto eleitores estão proibidos de contratar serviço de disparo em massa de conteúdo.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios