Notícias

Econorte reduz tarifas do pedágio em 25%; confira os novos valores

Após ser intimada da decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, a concessionária Econorte, de propriedade da Triunfo, anunciou hoje que reduzirá as tarifas de pedágio em 25,77% nas praças de Jacarezinho, Jataizinho e Sertaneja (Norte Pioneiro) a partir da zero hora de amanhã (22).

A concessionária informou ainda que está tomando todas as medidas legais e judiciais cabíveis para assegurar seus direitos em face da decisão. Os serviços da rodovia e atendimento aos usuários seguem sendo prestados, apesar da redução.

O pedido de redução foi formulado pelo do governo do Estado, por meio da Procuradoria-Geral do Estado, e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR). A empresa também está proibida de distribuir dividendos a seus acionistas. A empresa já fez um comunicado de fato relevante à Comissão de Valofres Mobiliários (CVM). Com isso, por volta das 14 horas de hoje (21), as ações TPIS3 recuavam 4,90%, sendo cotadas a R$ 1,94.

A ação movida pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) pede a restituição de pelo menos R$ 4 bilhões aos usuários, referentes ao que foi arrecadado na praça de pedágio em Jacarezinho, que não estava prevista no contrato original.

Confira os novos valores:

Jacarezinho: R$16,80
Jataizinho: R$18,20
Sertaneja: R$15,60

Nota da Econorte:

“A Econorte informa que foi intimada da decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região para a redução das tarifas de pedágio em 25,77% nas praças de Jacarezinho, Jataizinho e Sertaneja, e cumprirá a determinação, a partir da 0h do dia 22 de janeiro de 2020.

A Concessionária está tomando todas as medidas legais e judiciais cabíveis para assegurar seus direitos em face da decisão. Os serviços da rodovia e atendimento aos usuários seguem sendo prestados, apesar da redução.”

Com informações do Bem Paraná

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios