Destaque

Com metade da população, Ibiporã tem seis vezes mais casos confirmados de dengue que Cambé

Em números absolutos, Ibiporã fica atrás apenas de Florestópolis e Londrina

Segundo último boletim da dengue estadual divulgado nesta semana, Ibiporã tem 136 casos confirmados de dengue. O Paraná tem 14.697 casos da doença. Em relação à semana passada, foram 46 novas confirmações, aumento de mais de 50%. Dos 21 municípios que compõem a 17ª Regional de Saúde, Ibiporã só está atrás de Florestópolis com 504 casos e Londrina com 489 casos confirmados.

80% dos criadouros estão nos quintas e residências.

Segundo a chefe da 17ª Regional de Saúde, Maria Lúcia Lopes, na abrangência da regional, são 1340 casos confirmados. Apenas as cidades de Alvorada do Sul, Cafeara, Jaguaitã, Pitangueiras e Prato Ferreira não registram casos confirmados, porém aguardam resultados de exames em casos suspeitos.

Com pouco mais de 50 mil habitantes, Ibiporã tem mais de seis vezes o número de casos confirmados em Cambé, cidade com cerca de 104 mil habitantes. Enquanto que em Cambé foram registrados 22 casos, Ibiporã já contabiliza 136.

Confira das demais cidades com casos confirmados de dengue na área da 17ª Regional de Saúde: Assai (6), Bela Vista do Paraíso (16), Centenário do Sul (10), Guaraci (04), Jataizinho (21), Lupionópolis (45), Miraselva (90, Porecatu (60), Primeiro de Maio (1), Rolândia (34) e Sertanópolis (4).

Ações – Além dos mutirões, o governo afirma que vem capacitando profissionais, entre médicos, enfermeiros e outros trabalhadores da saúde no manejo clínico da doença. Na semana passada, 300 deles de Londrina e de outros municípios da região receberam o treinamento.

Na próxima semana, os profissionais que vão trabalhar na aplicação do novo veneno a ser enviado pelo Ministério da Saúde, o Cielo, vão receber um treinamento sobre como usar o produto. “O treinamento será em Curitiba sobre manuseio da máquina, limpeza. O produto vai começar a ser distribuído para os estados”.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios